Tiroteio na sede da copa feminina de futebol

Pelo menos três pessoas morreram em um tiroteio em um canteiro de obras na maior cidade da Nova Zelândia, Auckland, informou a mídia nesta quinta-feira (20). A polícia fechou parte da cidade, que será palco da abertura da nona Copa do Mundo de futebol feminino em algumas horas.

As autoridades informaram em comunicado que o atirador efetuou os disparos enquanto se deslocava pelo canteiro de obras, ferindo várias pessoas e matando duas. Ao chegar aos andares superiores do prédio, o homem se escondeu no poço do elevador, mas foi atingido por um tiro da polícia e também morreu.

Várias ruas de Auckland foram isoladas, todos os serviços de balsa para a cidade foram cancelados e os ônibus que passam por algumas áreas da cidade serão desviados, disseram as autoridades.

O primeiro-ministro Chris Hipkins cancelou uma viagem à cidade de Hamilton, cerca de 120 quilômetros (75 milhas) ao sul de Auckland, e está voltando para a capital nacional, Wellington, informou a mídia.

O treinamento da seleção italiana foi adiado porque as jogadoras não podem sair do hotel.

“O que aconteceu é compreensivelmente alarmante e estamos assegurando ao público que este incidente foi contido e é um incidente isolado”, disse a Polícia da Nova Zelândia em comunicado. “A polícia está agora investigando o que aconteceu esta manhã.”