Secretaria de Cultura trata da revitalização do Teatro Carlos Jehovah

Representantes da Secretaria Municipal de Cultura, Turismo, Esporte e Lazer (Sectel) receberam, na manhã desta quarta-feira (23), o produtor musical Pena Schmidt, ex-executivo e diretor de gravadoras, para tratar da revitalização do Teatro Municipal Carlos Jehovah.

Com olhar de gestor, já que é ex-superintendente do Auditório Ibirapuera, o também pesquisador, consultor e curador musical, Pena Schmidt, apresentou alternativas para a revitalização do teatro. A partir de agora, a Sectel seguirá com a elaboração de projetos e captação de recursos para executar as intervenções no espaço, que está fechado há dois anos.

Pena Schmidt destacou a importância do Teatro Carlos Jeovah para o cenário e fomento culturais no município. “ O teatro está situado na parte central da cidade, próximo à estação de ônibus e de uma movimentada feira, o que facilita o acesso. Além disso, temos naquela região uma grande circulação de pessoas do município e de outras regiões que poderão assistir a diferentes apresentações”, disse.

Para o secretário municipal de Cultura, Turismo, Esporte e Lazer, Eugênio Avelino Xangai, é fundamental a recuperação do Teatro Carlos Jehovah. “Trata-se de um lugar histórico e que antes de ser interditado exalava vida e nós ansiamos e vamos trabalhar para a restauração daquele lugar, ao mesmo tempo que criaremos projetos e buscaremos recursos para a criação de um espaço cultural municipal mais amplo.

Além de Xangai, participaram do encontro o coordenador municipal de Cultura, Alecxandre Magno, técnicos da Sectel e ex-alunos de engenharia e arquitetura, que apresentaram um projeto de reforma do teatro no trabalho final de curso.