Jair Renan, filho de Bolsonaro, é alvo de operação contra fraude financeira


Jair Renan, filho “04” do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL), é alvo de busca e apreensão pela Delegacia de Repressão aos Crimes Contra a Ordem Tributária (Dot/Decor) nesta quinta-feira (24/8).

A ação, batizada de Operação Nexum, cumpre outros quatro mandados de busca e apreensão e dois de prisão preventiva por crimes contra a fé pública e associação criminosa, além de crimes cometidos em prejuízo do erário do Distrito Federal.

O principal alvo da operação de hoje, e mentor do esquema, foi identificado como Maciel Carvalho (foto abaixo), 41 anos. Ele foi empresário de Jair Renan e coleciona registros criminais por falsificação de documentos, estelionato, organização criminosa, peculato, lavagem de dinheiro, corrupção ativa, uso de documento falso e disparo de arma de fogo.

Neste ano, ele já foi alvo de duas operações da Polícia Civil do Distrito Federal: a primeira, a Succedere, da Dot/Decor, apurou a ocorrência de crimes tributários praticados por uma organização criminosa especializada em emissão ilícita de notas fiscais.