Governo publica autorização para a realização de 14 concursos públicos

O governo federal publicou as autorizações para a realização de 14 concursos públicos que, somados, possuem 2.160 vagas. As portarias foram publicadas pelo Ministério da Gestão e da Inovação em Serviços Públicos nesta quarta-feira (19).

Na terça-feira (18), o governo já havia adiantado que iria abrir 3 mil vagas em concursos públicos, com salários que podem chegar a R$ 21 mil. Nem todas as autorizações foram publicadas no Diário Oficial da União desta quarta.

Ao anunciar os concursos, a ministra da Gestão, Esther Dweck, disse que o atual quantitativo de servidores no Poder Executivo Federal está “muito inferior” ao que seria necessário para “prestar bons serviços à população”.

Ainda não há data para que os concursos aconteçam. De acordo com as portarias, os editais devem ser publicados em até seis meses.

Vagas

 

Veja, abaixo, quais os cargos foram autorizados para concursos públicos.

1. Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq)

  • Especialista em Regulação de Serviços de Transportes Aquaviários: 30 vagas

 

2. Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel)

  • Especialista em Regulação de Serviços Públicos de Energia: 40 vagas

 

3. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE)

  1. Analista de Planejamento, Gestão e Infraestrutura em Informações Geográficas e Estatísticas: 275 vagas
  2. Tecnologista em Informações Geográficas e Estatísticas: 312 vagas
  3. Pesquisador em Informações Geográficas e Estatísticas: 8 vagas
  4. Técnico em Informações Geográficas e Estatísticas: 300 vagas

Total: 895 vagas

4. Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT)

  • Especialista em Regulação de Serviços de Transportes Terrestres: 50 vagas

 

5. Agência Nacional de Saúde (ANS)

  • Especialista em Regulação de Saúde Suplementar: 35 vagas

 

6. Comissão de Valores Mobiliários (CVM)

  • Analista da CVM: 40 vagas
  • Inspetor da CVM: 20 vagas
  • Total: 60 vagas

 

7. Banco Central

  • Analista do Banco Central: 100 vagas

 

8. Agência Nacional de Aviação Civil (Anac)

  • Especialista em Regulação de Aviação Civil: 70 vagas

 

9. Ministério da Fazenda

  • Auditor Federal de Finanças e Controle: 40 vagas

 

10. Ministério do Desenvolvimento, Indústria, Comércio Exterior e Serviços

  • Analista de Comércio Exterior: 50 vagas

 

11. Ministério da Gestão e da Inovação em Serviços Públicos

  • Especialista em Políticas Públicas e Gestão Governamental: 150 vagas

 

12. Ministério da Justiça e Segurança Pública

  • Analista Técnico Administrativo: 100 vagas

 

13. Agência Nacional de Águas e Saneamento Básico

  • Especialista em Regulação de Recursos Hídricos e Saneamento Básico: 40 vagas

 

14. Ministério da Educação (MEC), Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP), Ministério dos Direitos Humanos e da Cidadania (MDHC) e Ministério da Gestão e da Inovação em Serviços Públicos (MGI)

  • Analista Técnico de Políticas Sociais (MEC): 70 vagas
  • Analista Técnico de Políticas Sociais (MJSP): 30 vagas
  • Analista Técnico de Políticas Sociais (MDHC): 40 vagas
  • Analista Técnico de Políticas Sociais (MGI): 360 vagas
  • Total: 500 vagas

 

Outros concursos

 

Além destes 14 editais, o governo deve abrir ainda concursos públicos para:

  • Superintendência Nacional de Previdência Complementar (Previc): 40 vagas
  • Ministério do Planejamento e Orçamento: 100 vagas
  • Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea): 80 vagas
  • Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa): 50 vagas
  • Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel): 50 vagas

 

Segundo o governo, desde o início do ano foram autorizadas ou abertas mais de 23 mil vagas para cargos públicos. Em junho, por exemplo, mais de 4 mil vagas foram anunciadas.