Final do campeonato Integração

“O futebol transforma e eu sou prova viva. O futebol transformou o bairro Cruzeiro”. Essa foi a afirmação do organizador da Liga Integração Cruzeiro, Fábio Santana, conhecido por Pimba, na final da competição na noite de sexta-feira (22). Esse é o segundo ano da competição no campo de futebol Ceci Lacerda Aguiar, ou simplesmente campo do Cruzeiro, revitalizado em 2021, que sagrou a equipe local Bonsucesso como bicampeã, ao derrotar Os Malas, do bairro Patagônia.

“O poder público chegou com muita força aqui. Nesta gestão, o campo foi entregue e nesta mesma área estão sendo construídos o Cras e a escola. É uma área que está ficando valorizada e o esporte não podia ficar de fora”, afirma. Para se ter uma ideia da transformação, segundo Pimba, o local, que antes era marginalizado, hoje, por meio do esporte, gera renda para ambulantes de várias partes da cidade.

Um desses empreendedores é Jesuíta Almeida Santos, que vende salgados há 18 anos e viu sua renda aumentar ao montar sua barraca às sextas a noite, ao lado do campo. “Melhora muito o bairro e incentiva as pessoas. A gente faz um dinheiro até bom”, disse sorridente.

Para Elivelton, goleiro do time Os Malas, foi uma honra participar da competição. “Os organizadores estão de parabéns, lutando pelo bairro. Quero falar também da prefeita Sheila Lemos que com a entrega desse espaço ajudou bastante”, declarou o vice-campeão.

O jogador do Bonsucesso, Lucas Brito, falou da importância do futebol amador. “O futebol é muito importante para todos, não só para movimentar o bairro, mas Conquista toda, pois o povo é amante do esporte. É muito bom um campeonato desse, organizado, que tem grandes equipes. E todo mundo gosta de ver grandes equipes, por isso está lotado”, disse Lucas, que esteve como volante e lateral direito durante o campeonato.

E entre essas centenas de pessoas tinha nome importante acompanhando a final. Era Romário, não o jogador, mas o Santos, morador do Cruzeiro. Para ele, o movimento às sextas foi muito bom, assim como a revitalização do campo. “O povo tudo gosta. A reforma do campo também ajudou muito o bairro. Foi muito bom para o bairro esse movimento”, resumiu o torcedor.

Outra presença ilustre foi a prefeita Sheila Lemos. “A organização está de parabéns, uma festa linda. Futebol é bola na rede e que vença o melhor”, disse a prefeita antes do início do jogo.

A final

E que partida! O time da casa marcou logo nos primeiros minutos do primeiro tempo, dando a ideia de que seria um jogo fácil, mas só foi impressão mesmo, pois no início do segundo tempo quem fez o gol foi a equipe visitante, empatando e levando a partida para os pênaltis. E nas cobranças diretas, a grande torcida que rodeava o campo fez pressão e, na sétima cobrança d’Os Malas, o goleiro do Bonsucesso defendeu. O placar foi de 7×6.

Ao todo, 12 equipes participaram do campeonato que começou em maio.