CPI da Via Bahia deve roubar cena no retorno das atividades na Alba

A Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA) já tem as 24 assinaturas necessárias para instalação da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), que irá apurar irregularidades na prestação do serviço da Via Bahia, concessionária que opera as praças de pedágio das rodovias BR-116 e BR-324.

O requerimento foi protocolado ontem (26), na Mesa Diretora, por iniciativa do mandato do deputado estadual Marcinho Oliveira (União Brasil) e, nesta quinta-feira (27), ele conseguiu formalizar o apoio dos deputados do governo e da oposição. Após o retorno do recesso parlamentar, a matéria entrará em pauta e seguirá o rito habitual, com a indicação do relator.

Esperamos que a CPI seja instalada logo após o recesso, na retomada dos trabalhos, no início de agosto. Essa é uma questão suprapartidária. Não podemos mais aceitar os desmandos promovidos pela ViaBahia em nossas rodovias e nem o novo reajuste”, afirmou o deputado Marcinho. Após a publicação da matéria, com base no requerimento inicialmente encaminhado com 21 assinaturas, outros três parlamentares também tiveram as rubricas confirmadas, subindo para 24 o número de endossos.

Confira a lista dos deputados que assinaram o documento:

Marcinho de Oliveira (União)

Leandro Silva de Jesus (PL)

Eduardo Salles (PP)

Diego Castro (PL)

Antônio Henrique Júnior (PP)

Alan Sanches (União)

Hassan (PP)

Sandro Régis (União)

Fabrício Falcão (PCdoB)

Pedro Tavares (União)

Tiago Correia (PSDB)

Cláudia Oliveira (PSD)

Bobô (PcdoB)

Vitor Azevedo (PL)

Pablo Roberto (PSDB)

Penalva (PDT)

Júnior Muniz (PT)

Júnior Nascimento (União)

Kátia Nascimento (União)

Matheus Ferreira (MDB)

Manuel Rocha (União)

Robinson Almeida (PT)

Angelo Coronel Filho (PSD)

Robinho (União)