Chuva intensa é esperada em Vitória da Conquista

Vitória da Conquista está incluída na região para a qual o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) emitiu um alerta do tipo “amarelo”, com previsão de chuvas intensas e “perigo potencial”, segundo os critérios do órgão ligado ao Ministério da Agricultura e Pecuária.

De acordo com o alerta amarelo, podem ocorrer chuvas que atinjam entre 20 e 50 milímetros por dia, além de ventos cuja velocidade pode variar de 40 a 60 quilômetros por hora. O Inmet considera “baixos” os riscos de corte de energia elétrica, quebra de galhos de árvores, alagamentos ou ocorrência de descargas elétricas.

O alerta é válido entre as 9h50 desta quarta (30) e as 10h da quinta-feira (31) e abrange uma vasta região do Brasil, que se estende pelas regiões Norte, Centro-Oeste e Nordeste – na qual se inclui boa parte do território baiano (veja o mapa).

Segundo o engenheiro da Defesa Civil, Gabriel Queiroz, alertas como esse têm o objetivo de deixar a população ciente de que eventos climáticos adversos podem ocorrer, a exemplo do que já ocorreu em Vitória da Conquista, este ano, e do que houve recentemente em Itapetinga e Guanambi. “Nessas cidades eram previstas chuvas, mas não na intensidade em que ocorreram”, registra Gabriel.

Para que isso não se repita em Vitória da Conquista, o Governo Municipal vem atuando de forma preventiva. “Não só a Defesa Civil, mas toda a Prefeitura tem atuado para minimizar os danos e impactos desses possíveis eventos adversos, caso venham a ocorrer. Uma vez que não podemos evitar que eles ocorram, podemos intervir preventivamente e oferecer a pronta resposta à população afetada”, explica o engenheiro.

Instruções

  • Ao perceber algum barulho estranho ou rachaduras nas paredes, saia imediatamente de sua residência.
  • Fique atento à movimentação do solo e ao aparecimento de trincas e rachaduras, pois podem representar perigo.
  • Providencie a saída imediata do local e a retirada das pessoas que ainda estiverem correndo risco.
  • Tenha sempre lanternas e pilhas em condições de uso.
  • Cuidado com aparelhos elétricos: quando molhados ou úmidos, eles se tornam perigosos. É melhor desligar a energia.
  • Nas ruas, evite abrigar-se debaixo de árvores, pois elas atraem raios e os galhos podem cair.
  • Nunca atravesse ruas alagadas ou com enxurradas, mesmo estando de carro, moto ou bicicleta. A força da água pode arrastá-lo.
  • Se estiver em um veículo, procure um local alto e espere o nível da água baixar. Não pare o carro perto de árvores ou postes, pois eles podem cair com a força do vento.
  • Siga corretamente todas as recomendações dos órgãos responsáveis pelo seu resgate.

Contato

Para entrar em contato com a Defesa Civil, ligue para o telefone 199. Para o Corpo de Bombeiros, o telefone é 193.