Azul confirma suspensão do voo entre Conquista e Salvador


A Azul Linhas Aéreas confirmou que irá suspender o voo direto entre Vitória da Conquista e Salvador, realizado seis vezes por semana. De acordo com a companhia, a suspensão faz parte de um processo normal de ajuste de capacidade à demanda.

Com isso, a terceira cidade mais populosa do estado ficará sem conexão aérea com Salvador depois de muitos anos. A única opção será fazer conexões, aumentando o tempo da viagem que é de aproximadamente 40 minutos para mais de 4 horas, e o preço, que pode facilmente passar de R$ 1 mil por trecho.
Já o voo para Belo Horizonte continuará acontecendo e passará a ser todos os dias da semana, em um novo horário, saindo às 8h30 do Aeroporto de Confins, com chegada às 9h40 no Glauber Rocha, exceto aos sábados, quando a decolagem rumo à cidade baiana será às 12h55.

Além dos aviões Embraer E195, com capacidade para 118 passageiros, a programação de voos também prevê o uso dos modelos E295, com 136 poltronas disponíveis.

Questionada pela reportagem da Agência Sertão, a Azul destacou que estas mudanças foram feitas de forma planejada e que os clientes receberão toda a assistência necessária da equipe local da Azul, conforme prevê norma da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac).
Depois de bater recordes de movimentação no primeiro semestre e da alta expectativa por expansão no segundo, o Aeroporto de Vitória da Conquista está passando por um processo de redução de voos. Por um período, em maio, a cidade chegou a ter três voos para Salvador, operados pela Azul, Gol e VoePass, em aeronaves menores, como o ATR-72 para 68 passageiros, e aviões maiores, como o Boeing-737 para 186 pessoas.

Em junho, a Gol suspendeu o voo e optou por continuar operando apenas para o Aeroporto de Guarulhos. Já a VoePass se viu preterida pelos passageiros que queriam viajar em aviões a jato e acabou transferido sua operação para Guanambi.