Acusado de dar golpe em cinquenta pessoas no Acre, teria enganado o próprio pai

Leonardo Oliveira da Silva, conhecido como Léo Trader, preso na Bahia na quarta-feira, 6, com R$ 28 milhões na conta bancária, é acusado de ter lesado várias pessoas no Acre. Uma dessas pessoas pode ter sido seu próprio pai.

Se apresentando como corretor autônomo na financeira XP, conseguiu convencer mais de 50 pessoas no Acre a entregar dinheiro a ele. Além da “pirâmide financeira”, ele é suspeito de outros golpes. Como foi denunciado por dezenas de pessoas, estava com um mandado de prisão preventiva em aberto, a pedido da Polícia Civil do Acre, por meio da Delegacia do Tucumã.