Fraudes bancárias na Caixa Econômica Federal

A Polícia Federal cumpriu, na manhã desta quinta-feira (3), dois mandados de busca e apreensão contra suspeitos de fraudes bancárias na Caixa Econômica Federal, com uso de documentos falsos e pagamentos via PIX. Segundo informações da corporação, o esquema envolveu um valor que supera R$ 1 milhão.

O objetivo da operação é reprimir as fraudes bancárias. A PF informou que outras medidas cautelares foram deferidas e estão em fase de implementação. Os mandados, expedidos pela 17ª Vara Federal Criminal da Seção Judiciária da Bahia, foram cumpridos em Salvador e Feira de Santana, cidade do interior do estado.

Em nota, a Caixa informou que atuou com a Polícia Federal e demais órgãos de segurança pública na identificação e investigação de casos suspeitos e na prevenção e combate a fraudes e golpes.

“O banco ressalta que aperfeiçoa constantemente os critérios de segurança, observando as melhores práticas de mercado e as evoluções necessárias ao observar a ocorrência de fraudes. Adicionalmente, esclarecemos que a CAIXA possui estratégia, políticas e procedimentos de segurança para a proteção dos dados e operações de seus clientes e dispõe de tecnologias e equipes especializadas para garantir segurança aos seus processos e canais de atendimento.”