14º Encontro Nacional do Café acontece nos dias 17, 18 e 19 de setembro

O 14º Encontro Nacional do Café, que será realizado a partir deste domingo (17) até terça-feira (19), na Fazenda Vidigal, localizada no município de Barra do Choça. O evento terá entrada franca e pretende proporcionar aos participantes o compartilhamento de experiências sobre a cultura do café e aspectos do agronegócio em geral.

Segundo o secretário municipal de Desenvolvimento Rural, Breno Farias, o apoio do Governo Municipal se justifica pelo significado do evento para a região. “É um evento da cafeicultura da nossa região. E é sabido que Vitória da Conquista é meio que uma capital na região do Planalto da Conquista”, afirma Breno.

Além do apoio institucional, a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Rural (SMDR) também vai viabilizar a participação de agricultores locais nas capacitações oferecidas pelo Encontro Nacional do Café. “O Município vai levar produtores da zona rural, a exemplo do distrito de Inhobim, para que eles aprendam mais e mais. Teremos palestrantes de nível nacional e até internacional. É um evento de grande importância para nós. Por isso, o apoio da Prefeitura”, explicou o titular da SMDR.

Entre os convidados para conduzir as atividades, há especialistas de várias cidades da Bahia e também de outros estados, como Minas Gerais, Goiás, São Paulo, Paraná e Rio Grande do Norte. A programação prevê fóruns, palestras, minicursos, dinâmicas de campo e uma grande diversidade de estandes.

Outras atrações previstas são a exposição de posters de trabalhos científicos sobre o tema, que ocorre nos dias 18 e 19, das 15h às 17h, além de oficinas na Sala do Senac e do Coffee Kids, evento destinado às crianças.

Veja a programação completa nas imagens abaixo. Outras informações sobre o evento podem ser conferidas nos perfis da Fazenda Vidigal no Instagram e no Facebook.

O café na Bahia, no Brasil e no mundo

A Bahia está entre os quatro estados que mais produzem café no Brasil. E, na região do Planalto da Conquista, que abrange cerca de 15 municípios, a cafeicultura está entre as principais atividades econômicas. Embora o auge dessa cultura tenho sido nas décadas de 1970 e 1980, a cadeia produtiva do café continua a movimentar a economia regional e gerar empregos diretos e indiretos.

Segundo informações do Ministério da Agricultura e Pecuária, o Brasil é o maior produtor mundial de café e exportou, em 2022, cerca de 2,2 milhões de toneladas do grão para 145 países, entre eles, Estados Unidos, Alemanha, Itália, Bélgica e Japão. A exportação do produto alcançou, no ano passado, US$ 9,2 bilhões.

Além de produzir, o Brasil também consome café em larga escala. O país é o segundo maior consumidor da bebida no mundo, atrás somente dos Estados Unidos.